Blog

Antecipação de recebíveis: quando e como solicitar

O crédito é uma necessidade que pode acontecer no dia a dia de diversas empresas, e buscar alternativas para o rotativo do cartão e o cheque especial é muito importante para garantir o saneamento de suas contas sem ficar refém de juros altos. A antecipação de recebíveis é uma dessas alternativas que vale a pena conhecer em seu empreendimento.

O que é a antecipação de recebíveis

Quando você faz uma venda via cartão de crédito ou cheque pré-datado, ela pode demorar um certo período para ser recompensada e cair em sua conta, especialmente de acordo com o número de parcelas em que foi realizada.

A popularidade do uso de cartões e seu parcelamento especialmente em produtos de preço mais elevado faz com que muitas empresas precisem ir manejando seus recebíveis para garantir o capital de giro mês a mês e honrar todas as suas dívidas com fornecedores, colaboradores e prestadores de serviços.

Vez ou outra, é natural acontecerem problemas e o crédito acabar surgindo como necessidade, e a chamada antecipação de recebíveis se trata justamente de uma oportunidade de crédito que oferece como garantia esses recebíveis de compras pelo cartão realizadas em seu estabelecimento.

Digamos que você tenha R$ 10.000,00 em recebíveis programados para os próximos 90 dias, mas precisaria desses mesmos R$ 10.000,00 para a próxima semana.

De certa forma, você tem esse valor, mas como um recebível, uma espécie de “ativo econômico“, que não pode transformar em dinheiro no período em que precisa. Mas instituições bancárias vivem de adiantar e negociar ativos econômicos de toda variedade, e eles podem fazer esse adiantamento para você.

O banco fica com o direito a receber esse dinheiro no longo prazo, que vai ser pago pelo cliente que parcelou a compra em sua loja, e você fica com o adiantamento desse valor, mediante um volume de juros e encargos, é claro.

Como fazer o adiantamento de recebíveis

O primeiro passo é ter um ótimo controle de recebimento para ter os valores sempre na ponta do lápis e poder se planejar sobre datas e montantes. Acredite: um bom serviço de conciliadora impulsiona um planejamento preciso que pode até mesmo evitar que você precise depender de empréstimos que, indiferente dos termos, são dívidas extras contraídas.

Mas no caso de precisar, com o controle de recebíveis você pode estimar quanto tem disponível para adiantar.

Então é hora de contatar seu banco ou instituição financeira de sua confiança que ofereça o serviço. Você entra com uma solicitação do valor e precisa levantar todos os dados de sua máquina de crédito e também seus dados bancários para receber o valor.

Depois de informar todos esses dados, é hora de identificar quais recebíveis você prefere adiantar. Além das parcelas de cartão de crédito, em muitas instituições também é possível adiantar o recebimento de duplicatas e cheques pré-datados.

Sendo aprovado, o banco informa quais serão os juros e demais custos que incidem sobre a operação, como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e a solicitação pode ser concluída.

Os riscos do adiantamento de recebíveis

Mais do que os juros, é importante conhecer todas a cláusulas ao contratar o adiantamento de recebíveis, especialmente a que se refere à responsabilidade sobre a inadimplência do dono do cartão ou cheque.

Digamos que você faça o adiantamento de uma compra realizada em 4x e já tenha recebido 1 parcela. Caso o pagador se torne inadimplente com as demais parcelas, o banco deixa de receber a parte que lhe foi oferecida como garantia, e isso afeta sua situação com aquela instituição.

Dependendo do valor ou do tipo de recebível, você pode acabar sendo responsabilizado por pagar a parte que ficou inadimplente, além de pagar multas e ocasionais juros sobre aquele valor. Mais do que isso, a inadimplência de terceiros pode sujar seu nome e diminuir seu score de crédito, causando problemas em outras ocasiões em que precisar de crédito.

Vale a pena usar o adiantamento de recebíveis?

Todo tipo de empréstimo implica em algum risco, especialmente relacionado às taxas e cláusulas de securitização.

Os bancos aceitam negociar recebíveis pois o nível de inadimplência desse ativo costuma ser baixa, mas os juros, ainda que menores do que os meios mais acessíveis – como o rotativo do cartão e o cheque especial – também estão ali, então é importante fazer uma boa avaliação antes de contratar qualquer serviço, especialmente de crédito.

Outro problema que costuma acontecer com quem usa muito o adiantamento de recebíveis é ele acabar se tornando uma fonte de capital de giro. Apesar do nome, podemos dizer que o adiantamento de recebíveis é um tipo de crédito, e por isso não deve ser usado inadvertidamente, pois envolve juros e taxas, que acabam mitigando sua lucratividade e podem se tornar uma verdadeira bola de neve.

Por isso, as táticas dinâmicas de controle de recebíveis são sempre garantias para se ter um planejamento de médio longo prazo ao trabalhar com cartões, cheques e promissórias, e serviços como os sistemas TEF, integrados a um sistema ERP escalável, sendo assim um conjunto poderoso para diminuir erros e riscos, inclusive nos cálculos de planejamento.

Aqui no blog da GETCard você encontra uma série de dicas e tendências importantes para trabalhar com recebíveis e modalidades de pagamento variadas, é só assinar nossa newsletter e nos encontrar nas redes sociais para continuar acompanhando conteúdos de qualidade todas as semanas!

Posts relacionados

Previsão de vendas: o que você precisa saber

Previsão de vendas: o que você precisa saber

Você sabe o que é previsão de vendas? Ou melhor, você sabe como fazer o cálculo correto? Caso a resposta seja não, chegou a hora de entender de uma vez por todas o que são as previsões de vendas. De uma forma resumida, a previsão de vendas funciona como uma atividade relacionada ao controle de

Leia Mais »

Condições de pagamento: como oferecer maior variedade em seu negócio

Vender é sempre a principal solução para qualquer negócio. Mas essa solução, apesar de parecer simples, não é nada fácil. A ciência de vender é rica e cheia de nuances, especialmente quando falamos das condições de pagamento, que tocam justamente no ponto mais sensível dessa relação. Oferecer as melhores opções exige conhecimento e preparo. As

Leia Mais »
gateway

Gateway de pagamento: como e porque usar em seu e-commerce

A compra através de e-commerces aumentou em 73,88% no de 2020, confirmando de vez sua popularidade, comodidade e também o aumento na acessibilidade para compras em ambiente online, viabilizada por diferentes soluções que vêm transformando os hábitos de consumo do brasileiro, e o gateway de pagamento é uma das soluções mais importantes a otimizar esse

Leia Mais »